01/04/2017

(Mas diz mesmo!) || Leituras


Nunca quis fazer review de livros aqui no blog. Prefiro lê-los no meu cantinho, e procurar reviews de outros mais, para futuras leituras. Não é algo que queira fazer com frequência aqui no Big World, e o meu jeito para tal é mentira. *risos*

Mas se algum dia me desse na telha... Porque não? Garanto-vos é que não será coisa que apareça muitas vezes. Só quando o Rei faz anos. 

E o Rei fez anos. 

A terminar Março e começo a ver nas minhas redes sociais um livro (simples mas visualmente apelativo já agora) chamado "Diz-lhe que Não", da blogger Helena Magalhães - autora do The Styland. Ao principio passou-me, mas continuava a ver o livro por lá. "Oh Dia'xo, nunca me aparece livros por aqui... Nem o Hygge apareceu assim tantas vezes.". Dias passam até que, no que vou procurar o segundo volume de um livro que tinha terminado, lá estava ele - O "Diz-lhe que Não" logo na entrada. De tantas vezes o ver, fiquei curiosa verdade seja dita. 

O outro livro não havia disponível. "Pois olha, vens tu comigo!" - e agarrei-o.

Tal como o meu pai diz, e ainda hoje não entendo, "Caíste do céu por não ter unhas!". Julgo que tenha a ver com um bom acaso - e ainda bem que o trouxe. O primeiro capitulo fez-me logo sentir que valeu a pena. 

Tal como diz Helena, "(...) cada capítulo corresponde a uma história.". São ao todo vinte e dois capítulos com lições para nos dar, através de histórias que me fizeram rir, reflectir, e sentir a mesma dor e raiva que as personagens. E apesar de não ter vivido a maior parte das situações,  as mesmas serviram como alerta no futuro, para no caso de encontrar o "tipo de pessoa" aqui referido. Adorei também a forma como a Helena escreve. Não suaviza. Se tiver que espetar um palavrão ali pelo meio, fá-lo e considero justificado o seu uso. *risos*  


Pelo meio das suas histórias, pude retirar pequenos pormenores à parte dos "amores". Principalmente quando a autora puxa o assunto das partilhas nas redes sociais. (Leiam e verão o que quero dizer.) Dali percebi que, seja vida pessoal ou não, partilhamos tudo. E a verdade é que ninguém quer saber. 

E engraçado também é que, na carta que escrevi De mim para Mim, o "não te conformes" é uma das coisas que pretendo entranhar em mim. E este livro, lembrou-me disso mesmo. Daí eu dizer que "calhou bem" ter aparecido na minha vida.

Nota: Ironicamente, tenho de agradecer principalmente ao Facebook, porque descobri este livro espectacular pelas pessoas que sigo.

E recomendo-o a vocês também.

"(...) Vou sempre dizer sim ao amor. Às borboletas no estômago. Às pernas a tremer. Quero viver todas as sensações​ que o amor me puder oferecer. E nunca, nunca, nunca me contentar com menos que isso."


5 comentários:

  1. Eu acompanho imenso o trabalho da Helena, pelo que este livro está sem hesitar na minha wishlist!

    THE PINK ELEPHANT SHOE // INSTAGRAM //

    ResponderEliminar
  2. Adorei adorei adorei este livro, fartei me de rir com o tinder #2, tipo what???? E o Espanhol que raiva pah era capaz de o esganar. Este livro é um fardote de rir e ao mesmo tempo tira te do sério com as personagens surreais.

    ResponderEliminar
  3. tb ando a ver esse livro por todo o lado lol talvez ainda compre!

    https://rrriotdontdiet.blogspot.pt/

    ResponderEliminar