21/05/2016

#8


Chiça Maio tem sido só noticias. *desabafo rápido* Está toda a gente que conheço a casar-se, ou a ter filhos, casa própria, etc, etc. Mas isto sou eu que "acordei" ou realmente o tempo está a voar? Ontem andava com esta malta à escola e agora olha... A vida está a atingir-nos a todos.

Admito, eu nunca tive pressa! (sempre tive horror à frase "responsabilidades de gente crescida"), mas ao mesmo tempo sinto uma pequena frustração (se é assim que posso chamar) de ver toda a gente a ter a sua 'vidinha, quando eu ainda nem sei o que fazer à minha. As coisas estão a ir no rumo que têm de ir e pronto. Eu hoje já alcancei coisas que se calhar na altura não era capaz, mas não consigo deixar de me sentir "um bocadinho de nada" deixada para trás.

Não há que ter pressa 'né? Amanhã acordo com trinta e depois penso, o que é feito dos meus 24 (quase 25)?

podem encontrar-me aqui:

5 comentários:

  1. Eu tenho 26, moro com os meus pais mas também só comecei a trabalhar e ganhar o eu há um ano e pouco...quero ter a minhacasa e estou mortinha por isso, mas não pode ser logo assim...quanto a casar, quero as tem tempo xp e filhos ainda mais tempo tem
    kiss

    http://inspirationswithm.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Eu estou a caminho dos 28 e sinto exactamente o mesmo que tu... O tempo voa mesmo!

    ResponderEliminar
  3. Como compreendo o teu dilema! Ainda fico em choque quando vejo alguém da minha idade ter um filho depois lá tento raciocinar que é normal e que com 24 anos a minha mãe já tinha uma filha de 4 (aqui a yours truly). Mas sinceramente não vou pensar em apressar as coisas, por muito que queria ter uma casa própria, quando era mais nova também queria crescer e bem me lixei ahah.

    Marta Rodrigues, Majestic

    ResponderEliminar
  4. Eu estou a caminho dos 25 anos, e comecei a sai da casa da minha mãe no fim do ano passado. Foi uma coisa natural, acho que cada pessoa tem o seu tempo.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  5. Tenho pensado o mesmo... tudo com pressa na vida, e eu aqui também com os meus quase 25 (que até mete medo), a abrir os olhos pró mundo! Mas estou com a Juliana, tudo tem o seu tempo, no worries, o importante é estarmos bem connosco (e eu estou, ;D)
    Beijinhos

    Flávia

    ResponderEliminar